Hortaliças

ABÓBORA MORANGA (Curcubita moschata ou Curcubita pepo) – Seu grande teor de betacaroteno é grande auxiliar na prevenção de várias doenças, tais como câncer, cardiopatias, catarata e derrame cerebral. Sementes: são  muito utilizadas no tratamento da próstata aumentada; Consumidas cruas, sem casca, combatem os parasitas intestinais. Cozidas em água, são eficazes contra a bronquite. Torradas ou cozidas são purgativas. Mastigadas em jejum, funcionam como poderoso vermífugo.

ABOBRINHA VERDE (C. moschata) – Previne doenças intestinais, como o câncer, por exemplo, devido ao grande teor de fibras, principalmente na casca; Tem ação oxidante.

ACELGA (Beta vulgaris cicla) – Prisão de ventre. Hemorroidas, feridas em geral, úlceras, contusões, furúnculos e queimaduras. Antioxidantes: Acelga é um dos alimentos mais ricos em antioxidantes do planeta (antioxidantes são responsáveis pelas cores vivas em frutas e vegetais). Ele contém beta-caroteno, vitamina E, vitamina C, zinco, luteína, zeaxantina, quercetina, kaempferol, e muitos outros antioxidantes que combatem doenças. Regular o açúcar no sangue. È uma excelente fonte de cálcio, que ajuda a fortalecer os ossos e dentes. Alimento que é conhecida por sua propriedade preventiva do câncer. Crucial para o bom funcionamento do cérebro e sistema nervoso. Rica em ferro, que é essencial para manter a saúde do sistema circulatório e na prevenção da anemia. Possui biotima uma vitamina importante para o cabelo que promove o crescimento e força. Contém luteína, um antioxidante que é essencial para a saúde dos olhos.

AGRIÃO (Rorippa nasturtium-aquaticum) – Controla as taxas de açúcar do sangue; Mantém a pressão arterial sob controle; Tem ação anti-inflamatória; É diurético; Combate o ácido úrico, a tuberculose, o raquitismo, o cálculo renal, a cistite, os efeitos maléficos da nicotina, a bronquite (quando misturado com o mel) e a falta de apetite.

ALCACHOFRA (Cynara scolymus) – Ajuda a diminuir os níveis do mau colesterol; Baixa a pressão arterial; É diurética; Protege o fígado e a vesícula biliar; É antioxidante; Reduz o nível do ácido úrico; Auxilia a digestão; Considerada de grande poder afrodisíaco.

ALFACE (Lactuca sativa) – Insônia; Diabetes; Bronquite; Reumatismo; Artrite; Ansiedade; Diurese; Anemia (temperar com gotas de limão); Tem grande teor de água, daí o seu consumo ser muito indicado para pessoas que fazem dietas de emagrecimento; É de fácil digestão, refrescante e diurética.

ALHO-PORRO (Allium ampeloprasum) – Ação contra o câncer; reduz o colesterol. Tem ação anti-inflamatória e colabora com o bom trabalho do sistema imunológico.

ALMEIRÃO (Cichorium intibus) – Abre o apetite; Estimula o funcionamento do fígado e da vesícula biliar. O almeirão é fonte de vitamias E e A, ferro, muita fibra e pequena quantidade de cálcio. Além de ácido fólico, muito útil para mulher na idade fértil e durante a gestação, pois auxilia na boa formação do tubo neural do bebê. È usada em tratamentos do fígado, vesícula biliar e baço, pois ajuda a liberar o excesso de gordura, fumo e álcool. Auxilia na desintoxicação do fígado.

ASPARGO ou Espargo (Asparagus officinalis) – Auxilia a digestão; Tem leve ação diurética e sedativa. Não deve ser consumido por pessoas que apresentam alto teor de ácido úrico no sangue (gota), pois um dos seus componentes, a purina, causa aumento da crise da doença.

BATATAS (Solanum tuberosum) – Dores de Cabeça. Irritações da pele, picadas de insetos. Irritações do estômago e dos intestinos. Câimbras das gestantes. Olheiras. Doenças renais.

BATATA BAROA/Mandioquinha (Arracacia xanthorrhiza) – Mantém a saúde da pele, sistema nervoso e aparelho digestivo (graças à Niacina),  assim como promove razoável ação diurética. Auxilia no controle da diabetes e ajuda a emagrecer. Fornece energia com carboidratos saudáveis. Rica em fibras.

BATATA DOCE (Ipomoea batatas – L. – Lam) – É indicada no tratamento de cegueira noturna, da seborreia do couro cabeludo e em infecções das vias respiratórias. Pelo seu conteúdo de betacaroteno, previne doenças cardíacas, derrame e diversos cânceres A vitamina A é indispensável à vista, conserva a saúde da pele, auxilia o crescimento e evita infecções. As vitaminas do Complexo B (B1 e B5) evitam problemas de pele e ajudam na regularização do sistema nervoso e do aparelho digestivo. Os minerais, por sua vez, contribuem para a formação dos ossos, dentes e sangue.

BERINJELA (Solanum melongena L) – Diminui o colesterol, controla os níveis de triglicerídeos e reduz a ação das gorduras sobre o fígado, ação comprovada cientificamente e amplamente divulgada; O suco da berinjela é usado nas inflamações dos rins, bexiga e uretra, funcionando como um poderoso diurético; Seu uso regular protege a pele e ajuda a regularização do sistema nervoso e aparelho digestivo, devido à ação da Niacina (vitamina B5);É indicada para auxiliar o tratamento de artrite, gota, reumatismo, diabetes; Tem poder laxante, indicada, portanto, nos casos de prisão de ventre; Combate a asma e a bronquite; É estimulante do fígado e pâncreas; Indicada para quem quer emagrecer, por ter um bom nível de Vitaminas A, B1, B2, B5 e C, além de potássio, cálcio e magnésio, como já foi dito; Combate as verrugas, esfregando-se o seu suco, várias vezes ao dia.

BERTALHA (Basella rubra) – É uma hortaliça muito utilizada como: auxiliar no combate a doenças do fígado;  nas hemorragias ocorridas depois do parto. Recomendada para inflamações, visão. Rica em cálcio, fósforo e ferro. È recomendada em regimes de emagrecimento.

BETERRABA (Beta vulgaris) – Devido ao grande teor de antioxidantes previne o câncer;Excelente auxiliar nos distúrbios do fígado e vesícula. Ajuda a reforçar o sistema Imunológico. Combate a gripe e a febre. Bom auxiliar para prevenção da anemia, graças ao bom teor de ferro que possui; Cálculos renais podem ser aliviados, pois ela descongestiona as vias urinárias; É uma hortaliça que alimenta e protege essas glândulas de secreção interna; Laxante.

BRÓCOLIS (Brassica oleracea var. Italica Plenck) – Folhas: São calmantes, purificadoras do sangue e ricas em minerais. Flores: O caldo é calmante, diurético, além de combater as inflamações do tubo digestivo. Flores e folhas: Têm efeito laxativo (devido às fibras que contêm), desintoxicante e regenerador celular; Ajuda a prevenir e a tratar a anemia; Protege contra o câncer de pulmão, do cólon e da mama. Protege contra doenças do coração e catarata; Previne úlceras do estômago.

BROTOS EM GERAL – A  bardana tem espantosa atividade terapêutica, sendo indicada como: fortificante; estimulante do sistema nervoso; anti-inflamatória; analgésica; estimulante do couro cabeludo; útil no combate à bronquite; calmante; diurética; anti-anêmica; auxiliar no tratamento de cálculos renais e biliares; normalizadora da glicemia em diabéticos. HOMEOPATIA (A tintura da raiz, dinamizada homeopaticamente, é empregada contra acne, furúnculo, eczema do couro cabeludo) e nos bloqueios do metabolismo.

CARÁ (Dioscorea alata) – Recomendável para quem tem grandes desgastes físicos (atletas, trabalhadores braçais, etc.), porque, como já foi dito, é altamente energético e de fácil e rápida digestão. Quando é amassado, é ideal para bebês, idoso e convalescente; Auxilia a digestão; Estimula o apetite; Auxilia no crescimento.

CEBOLA (Allium cepa) – Desde que ingerida crua, pois o cozimento, impede a ação benéfica, que ocorre nos seguintes casos: Algumas infecções do aparelho digestivo: distúrbios do estômago, prisão de ventre, etc.; Diminuição do nível de glicose no sangue; Regula o mau colesterol; Redução da hipertensão; Arteriosclerose; Falta de apetite; O caldo de cebolas fervido, adicionado com mel, é eficaz contra resfriado, gripe, tosse, bronquite e asma; Aumento da diurese; Diminui as  hemorragias nasais, quando colocada, crua, sob o nariz. O suco é muito eficiente nas picadas de aranhas, abelhas e vespas, enfim, de insetos em geral, quando usado no local da picada; Prevenção do enfarte; Redução dos efeitos da osteoporose.

CENOURA (Daucus carota) – Protege contra o câncer (principalmente o dos pulmões); Melhora o sistema imunológico, protegendo contra as infecções; As suas fibras auxiliam o funcionamento dos intestinos e a redução do mau colesterol; Tem ação preventiva  nas doenças dos olhos, como catarata, por exemplo.

CHICÓRIA (Cichorium endivia) – Eficaz no tratamento e prevenção de distúrbios da vesícula e do fígado; Depurativa do sangue;  Estimula a digestão; Laxante suave; Depurativo dos rins; Previne e auxilia no tratamento das hemorroidas. Estimulante do apetite; Evita o ressecamento da pele.

CHUCHU (Sechium edule) – Ideal para alimentação de bebês, pois é de fácil digestão e possui os nutrientes citados; Cozido, com sal, é auxiliar no tratamento de distúrbios da pressão arterial.

COUVE (Brassica oleracea var. acephala) – Previne e combate distúrbios diversos: glândula tireoide; fígado; cálculos (pedras) da vesícula biliar e dos rins;  hemorroidas; Tem eficaz efeito para: rins; coração; olhos; É desintoxicante; O suco de couve é bastante eficaz no tratamento de úlcera do estômago e do duodeno.

COUVE DE BRUXELAS (Brassica oleracea L. var. gemmifera) – Como será visto adiante, esta hortaliça tem propriedades semelhantes às do repolho: previne e auxilia o tratamento de câncer.

COUVE–FLOR (Brassica oleraceae var. Botrytis L) – Auxilia a prevenção do câncer; Mantém a pressão arterial sob controle; Prevenção  da anemia e de cardiopatias; Tem efeito desintoxicante.

ERVILHA (Pisum sativum L) – Crua: é ótimo tônico para o pâncreas; Suas fibras solúveis, além de ajudarem no bom funcionamento dos intestinos, melhoram as taxas do mau colesterol, retardam a absorção da glicose e ainda equilibram as taxas de açúcar no sangue.

ESPINAFRE (Spinacia oleracea) – Ótima indicação para pessoas desnutridas e anêmicas combate a alta pressão do sangue, arteriosclerose e artrites, bom estimulante dos intestinos, principalmente quando ingerido acompanhado de maçã com a casca.

FAVA (Vicia faba) – A maior virtude da fava tem sido desenvolvida a partir da extração da Rutina sua principal aplicação é na senilidade, retardando o envelhecimento, além de tratar das doenças típicas da idade. Rico em amido, nutriente que fornece energia ao organismo, a fava ainda carrega altas taxas de ferro, vitamina do complexo B e magnésio. Mas tem mais: rica em potássio, sal que é responsável por controlar a pressão arterial, a leguminosa ainda evita problemas cardíacos e ameniza o estresse e a irritação diária. As fibras também chama atenção no alimento. Do tipo solúvel, as fibras contidas na fava melhoram a digestão, a frequência cardíaca e ainda controla o nível de açúcar no sangue.

FEIJÕES (Phaseolus vulgares) – O caldo de feijão é muito digestivo, nutritivos e muito utilizados na alimentação de crianças, dos pacientes em convalescença, e idosos. Reduz o mau colesterol, devido às suas fibras e, além disso, regula as taxas de açúcar no sangue.

GRÃO-DE-BICO (Cicer arietinum) – Bem indicado para diabéticos, devido às fibras solúveis contidas em sua composição, que controla as taxas de açúcar no sangue; Diminui a taxa de mau colesterol sanguíneo; Ajuda muitíssimo no combate à anemia, devido à sua boa concentração de Ferro; Evita a hipertensão arterial; Melhora o funcionamento dos intestinos, graças também às suas fibras.

INHAME (Colocasia esculenta) – Remove impurezas do sangue; Equilibra o sistema imunológico; Previne: Malária, dengue e febre amarela; Aumenta a fertilidade nas mulheres (contém fito estrogênio); Auxilia possíveis distúrbios da menopausa; Na forma de emplastro: É excelente coadjuvante no tratamento de furúnculos, abscessos, tumores, quistos sebáceos, verrugas, queimaduras (evita inchaço e dor), hemorroidas, para baixar a febre, etc.

JILÓ (Solanum gilo) – Estimulante do metabolismo do fígado e vesícula biliar; Regula o aparelho digestivo; Eficaz contra a diarreia; É remineralizante; Útil contra resfriado, gripe e febres (cozido e/ou em infusão); Melhora o estado geral das pessoas enfraquecidas; Eficiente na cura das feridas na boca e da língua.

LENTILHA (Lens culinaris) – Farinha: Com ela, preparam-se cataplasmas para debelar abscessos, inflamações superficiais e até mesmo queimaduras leves; raiz cozida: Eficiente coadjuvante no combate a diarreias (torna as fezes mais rijas); mingau: Recomendado para crianças, convalescentes em geral, e também para pessoas idosas.

MANDIOCA (Manihot esculenta Crantz) – Aumento da função imune. Proteção contra doenças cardíacas. Retarda o envelhecimento. Reparo do DNA e Proteção. Alívio da Doença Cardiovascular. Alívio da Hipertensão (Alta Pressão Sanguínea). Proteção de Alzheimer. Proteção Osteoporose. Redução do Risco de Diabetes Tipo II. Redução da frequência de enxaqueca. Alívio da Síndrome Pré-Menstrual (TPM). Proteção antioxidante. Prevenção de crises de epilepsia. Prevenção de Alopecia (Ponto calvície).

MAXIXE (Cucumis anguria) – Auxilia no combate e prevenção dos distúrbios da próstata; Diminui o depósito do mau colesterol; Acaba com aquelas manchas brancas das unhas; É bom coadjuvante de cicatrização de ferimentos diversos.

MILHO VERDE (Zea mays) – Grande auxiliar do sistema nervoso; Devido às fibras, melhora o funcionamento dos intestinos; Aumenta a resistência orgânica. Proteger as células; Reduz os níveis de colesterol; Ajuda a controlar o açúcar no sangue; Ajuda a prevenir problemas cardíacos.

MOSTARDA (Brassica juncea) – Sua ação pode ser antisséptica, digestiva ou desinfetante. Alívio de dores musculares, psoríase, micose, dermatite de contato e distúrbios respiratórios. Desde os tempos antigos, as diferentes partes da planta da mostarda foram provadas ser benéfica para o câncer, diabetes e desintoxicação do organismo. A Mostarda tem qualidades em repelir veneno, exerce efeitos terapêuticos sobre os nervos e ajuda a manter a saúde cardíaca. Ela promove uma boa a pele e cabelos, reduz o colesterol e é um botânico maravilhoso para as mulheres durante a menopausa.

NABO (Brassica rapa L) – Elimina a retenção de líquidos no organismo; Purifica o sangue; Ativa o metabolismo; Alivia a tosse, a bronquite e a asma, a partir de um xarope, preparado com seu suco, feito com a raiz, cortada em rodelas; Atua contra os cálculos da vesícula biliar, quando feito um suco do nabo branco; Inflamações intestinais crônicas são combatidas com a raiz do nabo branco, preparando-se um caldo ou mesmo uma sopa e bebendo-se duas xícaras das de chá, durante o dia; Preparado em forma de cataplasma, depois de cozido, é eficaz contra frieiras e inflamações; Contém alguns compostos sulfurosos protetores contra alguns tipos de câncer.

PEPINO (Cucumis sativus L) – Ótimo para: fígado, rins, vesícula, cabelos, unhas. O seu suco é eficaz para o aparelho digestivo e a bexiga também é purificante,  e ajuda a eliminar a gordura da pele, sendo muito usado em máscaras faciais, em cremes, loções e outros cosméticos; Misturado com mel: eficiente para distúrbios da garganta; Regula a pressão arterial; É calmante e diurético.

PIMENTÃO (Capsicum annuum L) – EFEITOS GERAIS: Acelera a cicatrização de feridas; Previne a arteriosclerose; Controla o colesterol; Aumenta a resistência física; Combate alergias; Previne a formação de hemorroidas; Ajuda na absorção do Ferro nos intestinos; Reduz a concentração de histamina, sendo muito útil nos casos de asma; Eficaz nos casos de enjoos; Eficiente para controlar a incontinência urinária. EFEITOS LOCAIS: Gargarejo: Meia colher das de café, de uma tintura feita com pimentões, numa proporção de 10%, diluída num copo d’água muito eficaz nas faringites; Suco: para ativar e esvaziar a vesícula biliar.

QUIABO (Abelmoschus esculentus) – Entre outras propriedades, o quiabo age como regulador do intestino, como suave laxante e ajuda na formação dos glóbulos vermelhos do sangue. Bom para asma, fortalecer os ossos, tratar ulceras estomacais, aumentar a imunidade, para diabetes e melhora a visão. Previne constipação, a malformação congênita de bebês. Protege contra câncer do cólon. Contribui na prevenção de doença renal.

RABANETE (Raphanus sativus) – Possui muitas propriedades terapêuticas, dentre elas, estimula as funções digestivas, limpa as vias respiratórias, ajuda o funcionamento dos rins e do fígado, além  de evitar a formação de cálculos na vesícula e rins. Bom para diabéticos, para quem deseja perder peso. Regula a pressão arterial. Considerado diurético e desentoxicante. Previne o câncer e reduz o nível de colesterol que por sua vez reduz o risco de doenças e ataques cardíacos. Estimula a produção de bile.

RAIZ FORTE  Wasabi (Armoracia rusticana) – Eficiente ação antisséptica, antiescorbútica, digestiva, diurética, estimulante e laxativa, bem como é eficaz na gripe, febre, infecção urinária, reumatismo, dores musculares, bronquite e rouquidão.

REPOLHO (Brassica oleracea var. capitara) – Contém antioxidantes e substâncias que melhoram a resistência contra doenças. Diminui o risco de doenças do coração, derrame e ajuda a prevenir o câncer de cólon e os tumores malignos causados pelo estrogênio, além de ajudar na cicatrização de úlceras pépticas. Mas pode causar distensão abdominal e flatulência, desprende um odor forte e desagradável de enxofre, durante o cozimento e ao expelir gases intestinais.

RÚCULA (Eruca sativa) – Ajuda no funcionamento do intestino, atuando como anti-inflamatório nas colites. Rica fonte em fotoquímicos como o sulforafano, que possui excelentes efeitos quimioprotectores e ajuda a combater substâncias cancerígenas. Antioxidante e oferece grande suporte ao sistema imunológico.

SALSA (Petroselinum crispum) – A salsa é excelente para os rins, pois evita a formação de pedras; é um diurético natural, acalma os nervos, ajuda a fazer a digestão, melhora a pele, purifica o  hálito.

SALSÃO/AIPO (Apium graveolens var. dulce) – Auxilia no controle do colesterol e da pressão arterial; é diurético, calmante, anticancerígeno e recomendado para atletas, devido ao seu conteúdo de potássio.

TAIOBA (Xanthosoma sagittifolium L) – Hoje se sabe que ela é fonte de amido, que dá energia ao organismo, e fibras, que facilitam o trânsito intestinal e diminuem a sensação de fome. Tem ação digestiva.

TOMATE (Lycopersicon esculentum) – Tem ação antitóxica; laxante; antioxidante e anticancerígena, devido à presença do licopeno; ajuda o organismo a combater infecções; combate o desgaste mental, as perturbações digestivas e as pulmonares.

VAGEM (Phaseolus vulgaris) – Ótima fonte de  energia. Além de fazer bem para a cútis, a luteína ajuda na prevenção de uma série de doenças crônicas e degenerativas como, por exemplo, a catarata e o câncer. A vagem é composta por quantidades significativas de fibras, ácido fólico e ferro. Esses elementos ajudam na melhora e limpeza do intestino e na prevenção contra a diabetes uma vez que as fibras regulam a quantidade de açúcar no sangue, além de serem benéficas para mulheres grávidas.